Como conectar uma rede sem fio: Preparação para o futuro

A preparação da infraestrutura de comutação para o futuro é outra consideração importante na preparação para a instalação de pontos de acesso sem fio Wi-Fi 6. Os exemplos incluem a capacidade de escalar, atualizar facilmente os switches existentes e a flexibilidade para modificar, reconfigurar e re-utilizar o hardware existente. Esses recursos, se devidamente considerados, podem ajudar a proteger o investimento e estender a vida útil da infraestrutura do cliente.

Future-Proofing

Isso é importante porque as empresas e organizações estão atualizando suas redes Wi-Fi a cada três anos para acompanhar a mudança de padrões e equipamentos Wi-Fi, bem como um aumento significativo de dispositivos por usuário. No entanto, o ciclo de vida médio de um switch é de 5 a 7 anos para empresas comerciais, e de 7 a 10 anos para o mercado de educação. Isso significa que os clientes terão que determinar se os switches adquiridos têm capacidade de suportar redes Wi-Fi atuais e futuras.

Mais especificamente, os switches recém-comprados provavelmente precisarão suportar pelo menos um ciclo de atualização, se não mais, à medida que mais usuários e dispositivos acessarem a rede. É interessante notar que os nossos parceiros que trabalham com instituições de ensino superior estão planejando entre 5 e 8 dispositivos por aluno, entendendo que este número é um alvo móvel e suscetível a aumentos ainda maiores. Além disso, dispositivos mais rápidos estão aproveitando os padrões mais recentes de Wi-Fi, enquanto a demanda por streaming de vídeo UHD e 4K continua a aumentar.

Fica muito clara a necessidade de planejar seus switches com o futuro em mente. Existem várias abordagens para alcançar este objetivo. Você pode pegar uma bola de cristal e tentar prever o que você vai precisar para os próximos anos. Alguns fornecedores tratam essa questão com uma solução baseada em chassi. O que isso parece? Bem, isso significa um chassi grande com vários slots  vazios para aumentar a capacidade conforme os requisitos evoluírem. Infelizmente, essa abordagem requer um grande investimento inicial em um chassi grande – com capacidade (potencial) que não será usado por anos – e que vai gastar muita energia e refrigeração. 

Outra abordagem é substituir o equipamento conforme necessário, ou mais precisamente, substituir a infraestrutura existente por novos switches que suportem velocidades de uplink mais rápidas. Isto é chamado muitas vezes de uma atualização forklift. Alternativamente, os clientes podem instalar uma rede de comutação flexível e escalável que pode ser facilmente atualizada, sem precisar ser substituída. Para que o processo de atualização seja à prova de futuro, recomendamos procurar recursos como a capacidade de escalar e adicionar facilmente switches à infraestrutura existente – sem aumentar os pontos de contato de gerenciamento ou aumentar a complexidade da rede. Outras considerações incluem a capacidade de atualizar facilmente os switches existentes com uplinks mais rápidos, com a opção de adicionar recursos avançados de camada três e arquitetura extensível, como o protocolo OpenFlow para redes definidas por software.

A Ruckus Networks oferece inúmeras funcionalidades que são à prova de futuro, tornando-as flexíveis, escaláveis e atualizáveis. Em nossos switches de nível de entrada, o modelo básico vem com uplinks de 1 Gigabit. Estes uplinks podem ser atualizados para 10 gigabits com uma licença de software. A maioria dos nossos concorrentes forçaria você a jogar fora seus switches com uplinks de 1 Gigabit e substituí-los para obter 10 gigabits, mas não a Ruckus.

Em contrapartida, todos os switches de acesso Ruckus têm portas com capacidade de atualização. Além disso, nosso switch mid-range tem módulos swappable com portas de 1, 10 ou 40 GbE, enquanto nosso switch de acesso high-end pode ser atualizado de 40 GbE para 100 GbE com uma simples linha de comando. Nossos switches escalam até 12 unidades por pilha e até 36 switches com a tecnologia Campus Fabric. Todos os switches de acesso conectados ao Campus Fabric herdam os recursos avançados do controlador do fabric, atualizando assim automaticamente suas capacidades.

A Ruckus também suporta o modo de porta OpenFlow híbrida, que permite que os clientes usem protocolos de rede tradicionais ou OpenFlow nas mesmas portas. Com esses e outros recursos, nós permitimos que os clientes ampliem a vida de seus switches: para expandir a escala e suas redes conforme necessário sem ter que descartar e substituir os switches.

Interessado em saber mais sobre redes sem fio com desempenho de uma rede cabeada? Confira as primeiras cinco partes desta série.

No Comments Yet

Comments are closed